Prótese dentária, quais os tipos?

protese dentaria

As dentaduras móveis deixaram de ser a única opção para quem precisa de protese dentaria. Os implantes definitivos além de serem mais seguros, são também confiáveis e duráveis. Vamos conhecer mais sobre as próteses dentárias.

Quando uma pessoa precisa de implante dentário?

Seja por causa da idade, de maus hábitos alimentares, acidentes ou problemas de saúde, os implantes dentários podem ser necessários para devolver a mastigação normal, a estética do rosto e a saúde como um todo.

Por isso, se uma pessoa perdeu um ou mais dentes ao longo do tempo, está apta a colocar uma protese dentaria. Porém, se o paciente já apresenta algumas doenças preexistentes como diabetes, problemas periodontais, tabagismo, alcoolismo ou câncer, precisam de atenção médica antes de fazerem o implante.

Outro ponto que precisa ser avaliado pelo profissional, é se o osso da gengiva conseguirá suportar o implante. Caso ele tenha perda óssea, precisará fazer um enxerto de um osso de outra parte do corpo ou sintético para segurar a prótese (fixa ou removível), ponte dentária ou coroa de porcelana.

Os profissionais de odontologia recomendam que os implantes dentários sejam feitos em pessoas a partir de 17 anos de idade, pois é nessa fase que a estrutura óssea está formada e madura.

Os implantes não são apenas para pessoas da terceira idade. Como vimos acima, qualquer pessoa pode estar sujeita à problemas bucais que só podem ser corrigidos muitas vezes com as próteses dentárias.

Quando bem colocadas e feitas com materiais de qualidade, as próteses tendem a durar bastante tempo, desde que o paciente também faça a sua parte e cuide bem da limpeza e higienização bucal.

Os cuidados com os dentes devem começar ainda na infância, acompanhando o crescimento e o amadurecimento de todos os dentes. À medida que a pessoa cresce e a troca de dentes é feita, o organismo tende a se adaptar aos dentes permanentes.

Próteses dentárias: quais são

– Implante dentário: são feitos com titânio e têm a função de substituir a raiz do dente, bem como para sustentar a prótese. Após a colocação dos pinos de titânio, o corpo precisa se adaptar a eles para depois ser colocado o implante dentário definitivo.

– Prótese sobre o implante: é usada para substituir dentes que estejam comprometidos ou tenham sido perdidos. Elas podem ser fixas ou removíveis dependendo de cada caso, e dependem de outros dentes para se manterem firmes.

Coroa dentária de porcelana: ela recobre totalmente o dente, principalmente aqueles que tiveram a sua estrutura perdida. A mastigação pode ser restaurada, bem como a aparência dos dentes serem renovados.

– Ponte fixa: é como se fosse uma prótese dentária fixa, porém, ela se apoia nos dentes ao redor para que seja fixada corretamente na gengiva e na boca.

– Overdenture: é uma espécie de dentadura apoiada na prótese dentária, mantendo-a mais firme na boca.

– Prótese parcial removível: é utilizada quando o dente ou gengiva não suporta um implante fixo. Essa prótese removível é feita de metal, plástico ou resina.

Com o avanço da modernidade, foram criadas várias soluções seguras e duráveis para os problemas bucais.

E ai, gostou do nosso texto? Deixe um comentário com sua dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *